Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

69 Letras

Sobre nós! Este blog é a extensão do trabalho diário que todos os autores têm ativamente através da nossa página do facebook 69 Letras, onde partilhamos diariamente a nossa paixão pela escrita.

69 Letras

Sobre nós! Este blog é a extensão do trabalho diário que todos os autores têm ativamente através da nossa página do facebook 69 Letras, onde partilhamos diariamente a nossa paixão pela escrita.

Uma noite que nunca mais vou esquecer...

12795539_1664349140477483_4816128883864726045_n

Há uma noite que nunca mais vou esquecer... Era Verão, por volta da uma da manhã e estava imenso calor. Estava eu a passar na Rua Dr. Manuel Espírito Santo em frente a escola EB 2 e 3 de Luís António Verney quando avisto um casal no pátio da escola aos beijos... Só reparei neles porque não eram meros beijos, eles beijavam-se intensamente. Notava-se bem o desejo mútuo entre eles. Sem consciência do... meu ato, escondi-me atrás de um dos arbustos e fiquei a velos. Vejo o homem encostar a mulher a parede e suas mãos deslizarem para um dos seios da mulher, com um movimento rápido sua blusa e sutiã desceram para sua cintura o que deixou a vista uns belos seios espetados. Aquele homem cheio de fome agarra num dos seios e começa a chupar. Vi aquela língua percorrer cada centímetro dela e desejava que fosse eu... Levei a mão esquerda aos seios e a direita a coxa. Como estava de vestido bastou-me deslizar à mão em direção a minha vulva e sentir o quão molhada já estava simplesmente vendo aquele casal se amar. Ele levantou a saia da mulher virou-a de costas para ele e desviando sua cueca penetrou-a bem fundo e forte. Ela deu um grito que se transformou num intenso gemido. Enquanto ele investia nela eu penetrava-me com dois dedos. Os meus movimentos estavam sincronizados com as investidas dele. Levei os dedos a boca para me saborear e penetrei-me novamente... As investidas começaram a ser mais rápidas e os três atingimos a êxtase ao mesmo tempo. Sem dar tempo para recuperar o fôlego apressei-me a recompor-me e a sair dali, para que ninguém me visse. Com passos rápidos encaminhei-me para casa do meu namorado e cheia de desejo passei uma noite intensa e prazerosa com ele.

Peregrinus #69LetrasImagem: Taylor Hill by Miguel Reveriego