Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

69 Letras

Sobre nós! Este blog é a extensão do trabalho diário que todos os autores têm ativamente através da nossa página do facebook 69 Letras, onde partilhamos diariamente a nossa paixão pela escrita.

69 Letras

Sobre nós! Este blog é a extensão do trabalho diário que todos os autores têm ativamente através da nossa página do facebook 69 Letras, onde partilhamos diariamente a nossa paixão pela escrita.

A bailarina

12992300_1604122483244428_1090480069_n

A música pára e eu acabo na formação que tantas vezes repeti. Estou cansada. Dancei o dia todo... Falta uma semana para a competição de ballet. Pego nas minhas coisas e sigo para os banheiros. A roupa cai no chão. Ligo o chuveiro... A água está bem quente. Hum, que relaxante. Os meus olhos estão fechados e estou virada contra a parede. A água escorre pelo meu corpo abaixo. Sinto uma mão envolver o meu seio direito. O que isto? Abro os olhos e tento virar-me, mas a mão que ainda agora envolvia um seio agora me agarra e puxa contra um corpo musculado. Sinto um pénis duro contra o meu rabo... Fico cheia de desejo. Ouço um sussurrar no meu ouvido. É o meu treinador! Com uma mão envolve o bico do seio esquerdo e com a mão direita desce até a minha vulva. "Hum. Estas bem molhada. Desejo-te desde o primeiro dia que entraste na minha sala.", diz enquanto forma círculos no meu clitoris. Com uma mão agacha o meu peito enquanto agarra com a outra a minha anca. Enquanto me afasta as pernas diz: "Segura-te nas tuas pernas e relaxa." Sem entender bem o que está acontecendo mas com um desejo enorme faço o que me disse. Sinto a ponta do seu pénis entrar na minha cona. Hummm. Ele sai e entra novamente. Fode-me é o meu único pensamento. Agarrando me bem nas ancas sai e desta vez penetra-me com força. Ainda bem que me segura, se não tinha caído para a frente. Com movimentos rápidos começa a penetrar-me bem fundo. Hum, estou a adorar. Sinto o pulsar dentro de mim e entro em êxtase. Um orgasmo profundo envolve o meu corpo assim como o dele. Depois de recuperarmos o fôlego, ele sai de dentro de mim. E puxa-me para cima. Ainda de costas para ele, sussurra-me ao ouvido: "Quero repetir, mas não vai ser hoje. Isto nunca aconteceu." Com um beijo no pescoço larga-me e desaparece. Ligo a água novamente e pergunto-me se isto terá realmente acontecido.

Peregrinus #69Letras

1 comentário

Comentar post